Entramos na era da produção massiva de informação. Atualmente, em um ano, a humanidade produz mais dados que em 100 anos de história registrada. É assustador, pois essa produção cresce em progressão geométrica. Então, fica impossível você ter acesso ou consumir tudo o que é produzido!

Neste mundo, tudo tem princípio dual, duplo-antagônico: se você consome a informação, a informação consome algo de você. Ela consome a sua atenção. É absolutamente necessário você alocar sua atenção no que é produtivo, em meio a esta superabundância de fontes de informação.

Aqui, eu dou sugestões de como gerenciar seu tempo e sua atenção. Trata-se de ganhar tempo livre! Tempo livre para refletir. A reflexão leva a resultados extraordinários. Experimente!

Você é uma pessoa livre? Você acha que é? Não vamos filosofar muito, apenas considere o seguinte: ao acordar amanhã pela manhã, você terá liberdade de fazer o que quiser? Pode decidir não ir trabalhar? Pode optar por fazer uma longa viagem, deixando para trás família, compromissos financeiros, emprego e demais obrigações?

Como funcionário ou colaborador, você está preso a um horário fixo, e a atividades fixas, predeterminadas. No dia a dia, deve realizar várias tarefas ordinárias, comuns. Se observarmos pelo viés da liberdade, esse é um processo além do aprisionamento, é um modelo de servidão moderna, um tipo de escravidão sem grilhões, sem correntes.

Portanto, há duas perspectivas que devem ser adotadas para avançarmos e inovarmos. Sabe o que fazer?

Wilfried Fritz Pareto, um francês nascido em 1848, é também conhecido usualmente como o ‘italiano Vilfredo Pareto’. Publicou alguns estudos sobre os princípios fundamentais da economia pura, e, em 1897, publicou um estudo sobre a distribuição de renda que o tornou indiretamente famoso. Nesse estudo, concluiu que esta distribuição não se dava de maneira uniforme, mas que 80% de toda a riqueza estava concentrada nas mãos de uma parcela, de 20% da população. Ou seja, o famoso 80-20.

Com o tempo a ‘Lei de Pareto’ passou a ser aplicada em diversas situações: de investimentos na bolsa de valores a material de leitura pessoal, de consumismo desenfreado a tarefas no ambiente de trabalho. Basicamente, ela expõe os conecitos de ‘eficiência’ em contraponto à ‘eficácia’.

Aplique a Lei de Pareto em sua vida e deixe de ser apenas eficiente. Torne-se uma pessoa ou um profissional eficaz.

A resiliência é uma expressão migrada da física para as ciências humanas – é a capacidade para enfrentar e superar adversidades, ou a capacidade de se recompor facilmente. Ou ainda, de se adaptar aos infortúnios ou às mudanças repentinas e incontornáveis.

O fato é que as empresas necessitarão cada vez mais de profissionais e gestores resilientes, moldados para a superação, para o enfrentamento, principalmente em cenários de crise ou competição acirrada.